O Grupo Uirapuru - Orquestra de Barro é fruto do trabalho contínuo do artista plástico e luthier, Tércio Araripe, em parceria com os artesãos do barro de Moita Redonda, uma comunidade de 870 habitantes que já trabalhavam há várias gerações  na  confecção  de  utensílios  de  cerâmica,  em Cascavel  no  Ceará. Tércio percebeu que os jovens estavam desmotivados em continuar a arte de seus ancestrais, e que este conhecimento seria perdido. Então, propôs oficinas para desenvolver instrumentos de barro e educação musical, possibilitando aos jovens o aceso de inclusão e resgate do patrimônio cultural. Assim nasceu o Grupo Uirapuru-Orquestra de Barro em 2008 com o apoio da FUNARTE.

Em 2013, o Grupo Uirapuru dá um novo impulso em sua trajetória artística, introduzindo o teatro em sua musicalidade orgânica: o espetáculo cênico-musical Piu e o Acorde Mitilógico, conjugando a música, a dança e o teatro. Neste  novo trabalho o grupo se inspirou no  canto  dos  pássaros e a  sua  relação  com  as  pessoas  da  região, substituindo a  noção de  “caça aos  passarinhos” pela  sua  captura  simbólica,  criando  uma metáfora  poética que se  aproxima das  memórias  de  criança  e  da importância de  se  guardar lembranças  de momentos  experiências  vividas.

PIU  e o  Acorde Mitológico traz a dramatização lúdica e conta um elenco composto por 14 crianças e adolescentes com idades que variam de  cinco a 17 anos, e  ainda conta com a participação especial  de uma das mais  antigas moradoras da Moita Redonda, dona Tarina, que estará expondo o seu trabalho com o barro.

Serão somente duas únicas apresentações nos dias  13 e  14 de julho de 2013, no Teatro do Centro Cultural Correios - Centro - RJ.

O artista Tércio Araripe aprofunda  neste  espetáculo o  processo  iniciado há cinco anos junto à comunidade onde faz um  resgate  do  conhecimento  tradicional  em  torno  da  arte  do  barro  e  da cerâmica. Neste trabalho ele desenvolve os instrumentos musicais  em conjunto com as senhoras do barro, mães e avós dos integrantes do grupo Uirapuru, estes instrumentos são únicos e delicados, com uma sonoridade muito especial.

O espetáculo conta com o  patrocínio  dos Correios.

Ficha técnica:
Direção geral e concepção: Tércio Araripe
Direção teatral: Natacha Farias
Direção Musical: Jorge Santa Rosa
Produção executiva: Lindemberg Freitas
Cenário: Eusébio Zloccowick
Figurino: Marina Aires Sabyne Cavalcanti, Thais de Campos e Thémis Memória
Som: Cleber Thelal
Luz: Rodrigo Lopes

Serviço:
Dias: 13 e 14 de JULHO (sábado e domingo)
Horário: 19h
Duração: 60 minutos
Local: Teatro do Centro Cultural Correios
Entrada Franca, (senhas serão  distribuídas  uma hora  antes)
Centro Cultural Correios
End: Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro
Corredor cultural – Rio de Janeiro - RJ

 

Assessoria de imprensa
Cristina Terra Sotto Mayor  -)->
(21) 8088 8880
cristina.terra@uol.com.br

 

 
   
   
   
© 2005 Flexos Artes Todos os Direitos Reservados